Deu a louca na direita

Capturas de tela2
Nem Sheherazade resistiu ao arsenal de bobagens da dupla Bolsonaro-Mourão. No Twitter, respondeu ao comentário machista do general e se aliou ao #EleNão: “Sou mulher. Crio dois filhos sozinha. Fui criada por minha mãe e minha avó. Não. Não somos criminosas.”

A apresentadora do SBT Rachel Sheherazade, conhecida pelas posições direitistas, como defender o “linchamento” de um bandido durante o SBT Brasil, chocou o mundo conservador ao entrar, pelo Twitter, na campanha contra Jair Bolsonaro, com a hashtag #EleNão – a senha no mundo virtual para quem já descartou votar no mito imaginário. Ela respondeu irritada à declaração do general Hamilton Mourão, vice do capitão, que declarou que famílias sem pai e avô, mas com “mãe e avó”, são “fábricas de desajustados”, que tendem a entrar no mundo do tráfico de drogas. “Sou mulher. Crio dois filhos sozinha. Fui criada por minha mãe e minha avó. Não. Não somos criminosas. Somos HEROÍNAS!”, rebateu, para espanto de muitos seguidores. Não é o primeiro revés na trincheira direitista.

Capturas de tela2-002
Reinaldo Azevedo, que se divide entre BandNews FM, RedeTV! e Folha, não lembra o inventor do termo “petralha”. Segue criticando os petistas, mas parece mais incomodado com a incontinência verbal da chapa pura-farda

Reinaldo Azevedo, ex-Veja, criador do termo “petralha”, hoje equilibrando bolinhas no programa “É da Coisa”, na BandNews FM, na RedeTV! e com uma coluna na Folha de S.Paulo, tem feito duras críticas ao comportamento da dupla Bolsonaro-Mourão, inclusive às recentes declarações do capitão em um vídeo gravado no leito da unidade de terapia semi-intensiva do Albert Einstein, onde inventou um complô de Lula para fraudar as eleições e eleger Fernando Haddad, deixando subentendido que o petista não poderia tomar posse. “O fato de Bolsonaro estar num hospital não lhe dá licença de defender teses que agridem os fundamentos da democracia”, escreveu nas redes – e repetiu na TV e no rádio. Reinaldo, que faz questão de esclarecer aos seguidores que não virou petista – e não virou mesmo – mostra apenas que a extrema direita perdeu o rumo.

O humorista Rafinha Bastos, ex-CQC e Agora é Tarde, famoso pelas piadas infelizes – e processos – contra famosos, ironizou a foto de Bolsonaro no Albert Einstein – a primeira divulgada depois de sua internação – fazendo com as mãos o característico gesto de atirar. “Posso não concordar com as posições dele, mas gesto de pistolinha na UTI depois de levar uma facada me fez rir alto”, postou no Twitter. A facada também rendeu um raro comentário equilibrado da colunista do Estadão e comentarista da Globonews, Eliane Cantanhêde, conhecida pelas fontes no alto tucanato. “O efeito Lula está sendo mais eficaz para Haddad do que o efeito facada para Bolsonaro”, reconheceu.

Não há nenhuma conversão desses formadores de opinião, nem sabotaram seus bebedouros com água batizada. Eles continuam muito parecidos com o que sempre foram – e a maior parte não dá o braço a torcer. Mas a polarização entre esquerda – Haddad e Ciro – e direita – Bolsonaro – pelo funil do segundo turno, somada às barbaridades da chapa pura-farda, têm provocado declarações até há pouco impensáveis. Claro que a maioria dos direitistas raiz mantém o antipetismo febril, surfando em factóides como, mais recentemente, uma possível anistia de Haddad a Lula, caso ele seja eleito – o que o próprio candidato da coligação “O povo feliz de novo” nega que pretenda fazer. “O Brasil merece ser governado da cadeia por um corrupto? As ordens do PT, como no PCC, partem da cadeia”, tagarela o dublê de “historiador” e comentarista da Jovem Pan – uma espécie de Direita FM, Marco Antonio Villa. “Caso vencesse as eleições, Fernando Haddad – se continuasse fazendo o que faz hoje -, passaria mais tempo na cadeia ouvindo ordens de um ex-presidente presidiário do que no Palácio do Planalto”, faz coro Augusto Nunes, colunista de Veja e, claro, da Jovem Pan.

Perdoem, portanto, o escorregão de sensatez de Sheherazade. Não há surto de bom senso que dure para sempre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s