Meninos Bobos e Levados querem sequestrar a UNE. Tolinhos…

O grupo de direita MBL, ou Movimento Brasil Livre, mas que poderia ser Meninos Bobos e Levados, quer roubar a UNE, a histórica União Nacional dos Estudantes, relevante na luta contra a ditadura e a favor do impeachment de Fernando Collor. As vozes pró-impeachment de Dilma, pro-Temer e Bolsonaro botaram na cabeça que, no governo Bolsonaro, da Escola Sem Partido e dos Estudantes Sem Cérebro, sua missão é transformar o movimento estudantil em mais uma versão com celular e tatuagens da Juventude Arenista. Surgiu, assim, o MBL Estudantil – pode rir, é impossível não deslocar o maxilar nessa frase -, cujo objetivo é alcançar um público que começa no 5º ano do Fundamental 2 até universitários. Ou seja: a partir dos 10 e 11 anos. A missão declarada – continuem a rir – é formar uma nova geração de jovens conservadores que defendem, nas palavras de Pedro D’Eyrot, “a liberdade econômica e os valores culturais do ocidente como a democracia, a filosofia grega e a moral judaico-cristã”.

_99656653_deiro-2009
Pedro D’Eyrot, idealizador do MBL, em um registro de 2009, muito antes do MBL.  Reprodução: Instagram.

Quem é Pedro D’Eyrot? Ah, é o ex-músico da banda “Bonde do Rolê”, que ajudou a introduzir a cantora pop Pabllo Vittar ao meio músico e que, depois, entediado, criou o MBL. O grupo ocupou o posto principal de mobilizador dos protestos que resultaram no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Hoje tem 2,5 milhões de seguidores no Facebook, incluídos os robôs. E como o MBL vai rivalizar com a UNE? Ora, oferecendo cursos online, vídeos e cartilhas que possam preparar a garotada para discutir com professores em sala de aula e se engajar no movimento estudantil. Como se sabe, o MBL também planeja se tornar um partido político só pra chamar de seu. Hoje estão majoritariamente acampados no DEM e PSDB. Sinceramente, é um movimento natural em época de trevas. Aguarde uma versão de direita da CUT – opa, já existe, desculpe Paulinho da Força” -, do MST e do MTST.

O MBL chama essa nova fase de “segunda metamorfose“. Começou no final de 2014 como um grupo que se dizia apartidário e anticorrupção para pedir o impeachment de Dilma Rousseff e defender o liberalismo econômico. Depois, passou a se associar a partidos de centro-direita para eleger algumas de suas lideranças para legislativos municipais nas eleições de 2016, ao mesmo tempo que se expandia nas redes e se colocava como tropa de choque de pautas conservadoras. Agora, após eleger com grandes votações alguns de seus principais líderes – Kim Kataguiri, Arthur “Mamãe Falei” do Val e Fernando Holiday -, desenha a sua estratégia para continuar a ser influente no Brasil do governo ultradireitista Jair Bolsonaro.

screencapture-mbl-org-br-contribua-2018-12-06-20_03_31.png.jpg
Tabela de preços de doações do MBL: de Agente da Cia a Rolo Compressor. Que tal contribuir com R$ 1 mil por mês para que bobocas imberbes o representem?

O braço estudantil do MBL foi lançado durante o 4º Congresso Nacional do MBL, realizado em São Paulo nos dias 23 e 24 de novembro. Ainda não está claro se vai participar de eleições na UNE ou na União Brasileira de Estudantes Secundaristas (UBES), ou se vão criar sua própria “Central de Estudantes”. A UNE é referência por ser a principal e mais antiga entidade estudantil brasileira, lançada em 1938 para representar os alunos do ensino superior. Vinculada historicamente a partidos de esquerda, foi responsável por lançar alguns de seus principais quadros na política, como o deputado federal Orlando Silva (PCdoB) e os senadores Lindbergh Farias (PT-RJ) e José Serra (PSDB-SP) —este último presidia a organização em 1964, na ocasião do golpe militar, e acabou exilado junto com outros estudantes.

4 comentários em “Meninos Bobos e Levados querem sequestrar a UNE. Tolinhos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s