Lei Seca, nova proposta do governo que prega caça às bruxas, escola sem partido, pena de morte, kit aborto, alinhamento com Trump e agronegócio sem lei

O futuro governo Jair Bolsonaro é uma máquina do tempo – com pé no acelerador, mas a a ré engatada. Depois de pregar – o verbo é bom, porque reflete uma das bancadas predominantes na base do Congresso, a evangélica, junto com a da pólvora e dos ruralistas (se você for fino, fale em Frente Evangélica, Bancada da Segurança e do Agronegócio, eu não sou dado a esses traquejos), caça às bruxas, escola sem partido, pena de morte, kit aborto, índios “integrados”, fim da saúde pública, desmatamento sem limites, diplomacia alinhada aos EUA, cultura zero, entre outras coisas, chegou a vez da Lei Seca.

22_2018 (ult)-001.jpg
Jair Bolsonaro ao lado do assessor econômico Paulo Guedes, ainda no hospital Albert Einstein, em São Paulo; o deputado federal gaúcho Osmar Terra, futuro ministro da Cidadania do governo; Al Capone, o gângster de Chicago dos anos 20 e 30; e uma imagem de um problema real, grave e comprovado estatisticamente, o alcoolismo, ignorado pelo futuro ministro pirotécnico

Se quando você vê a surrada mídia fritando com a saliva os ovos da República de Chicago, encosto macroeconômico da República da Farda, com odes ao “superministro” Paulo Guedes e sua equipe ultraliberal – #medo -, talvez não pense na Chicago de Alphonse Gabriel “Al” Capone, o gângster ítalo-americano que liderou um grupo criminoso dedicado ao contrabando e venda de bebidas entre outras atividades ilegais, durante a Lei Seca que vigorou nos Estados Unidos nas décadas de 20 e 30. Um dos fundadores do ultradireitista Instituto Millenium, especulador, megalomaníaco, mitômano – como o novo patrão Bolsonaro -, professor PhD pela Universidade de Chicago, discípulo de Milton Friedman e George Stigler, sem freios na língua – Bolsonaro again – Guedes, até onde se sabe, não dispensa um bom scotch. E nem de longe proporia algo como restrição ao seu consumo. Mas como o novo governo é uma caixinha de surpresas do século passado…

Parlamentar medíocre – você já ouviu seu nome antes, para o bem ou para o mau, ou mesmo para dizer que fez um puta discurso no plenário? – Osmar Terra, futuro ministro da Cidadania, na falta de ideias melhores, já que cidadania é um termo vago e complexo pra ele, quer limitar o consumo de álcool para reduzir a criminalidade. Com dados de uma única cidade, Diadema, em São Paulo, ainda assim parciais e interpretados como quis, e citando o exemplo de um único país, Islândia, cuja única semelhança com o Brasil seja justamente o gelo no scotch, decidiu que vai propor, junto com o xerife Sérgio Moro, uma espécie de Lei Seca à moda nacional.

No país do jeitinho e do serviço ruim, da bebida gelada vendida em posto de combustível e quente em bares, Terra descobriu a maneira ideal de posar ao menos uma vez ao lado de Moro, fora da foto oficial. “Podemos fazer junto com o Moro”, quase sussurrou. É preciso segundo ele, reduzir o horário de venda de bebidas alcoólicas em restaurantes e bares. Segundo o futuro ministro, a medida poderá ser adotada apenas em “lugares mais violentos”, a exemplo do que foi feito em Diadema. Estudos? Estatísticas? Avaliação de experiência em outros lugares? Pra que, se já temos Diadema e Islândia? Alcoolismo? Pra que falar nisso agora? Terra é uma pá de cal em qualquer esperança de sair algo útil desse governo.

Um comentário em “Lei Seca, nova proposta do governo que prega caça às bruxas, escola sem partido, pena de morte, kit aborto, alinhamento com Trump e agronegócio sem lei

  1. Ministros ruins = governo ruim. Não tem como dar certo. Basta ver que esse Osmar Terra é oriundo do governo Temer. Aliás, muita gente da equipe de Bolsonaro que, de fato, colocará a mão na massa é do governo Temer. Eita Brasil azarado!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close