Ciro, o rato

Ciro Gomes – Quem? Lembram dele? – tem todo direito de ter sua opinião. Sua estratégia política. Escolher seus amigos. E adotar seus inimigos preferenciais. Assim como eu tenho todo o direito de acha-lo um rato. Não espero ter a concordância de quem votou em Ciro no primeiro turno das eleições presidenciais de 2018. Pelo menos da maioria. É difícil para esses eleitores perceber e, mais do que isso, admitir, que Ciro foi um dos responsáveis pela eleição de Jair Messias Bolsonaro ao se omitir flagrantemente no segundo turno – viajando para a Europa e ligando o foda-se político. Mais do que isso, fez o possível para minar, por meio de seu irmão Cid, senador eleito graças ao PT do Ceará – certo, Camilo Santana? -, a candidatura de Fernando Haddad. “O PT vai perder feio”, disse o irmão de Ciro e aliado fake, emputecido por levar vaias da militância depois de cuspir no prato que comeu, exigindo desculpas do PT. Nenhuma profecia. Tudo combinado, evidentemente, como cada vez fica mais claro. Ciro não apoiaria Haddad nem contra o capeta em pessoa. Só Lula o obrigaria à contrição política. Tanto que seu único papel agora é tentar ser o “novo Lula”, o líder da nova oposição, cargo vago com o ex-presidente ainda preso e Haddad tímido – ou decidido a não fazê-lo, quem sabe – em ocupa-lo.

A desculpa de que Ciro teria mais chances de que Haddad no segundo turno do pleito presidencial, naquele clima beligerante criado por Ciro e sempre amenizado por Haddad, só mostra como os institutos de pesquisa, que bateram nessa tecla, deram a justificativa perfeita para os ciristas – se é que isso existe – se omitirem como ele no segundo turno. Não viajaram para a Europa, mas caminharam até as nuvens em seus pensamentos tão antipetistas quanto os dos bolsominions. Ciro se igualou em seu estado politicamente gasoso a Marina Silva, a candidata que degela a cada quatro anos e logo depois evapora para algum lugar nos subterrâneos, sem se preocupar com o que Platão chamou de “ideologia filosófica de conduta”.

imagens temporarias 10_
Ciro, barba por fazer – jeito tosco de posar de astronauta sobrevivente que caiu de uma astronave no Planeta dos Macacos, fala ao El País e confessa que queria ser Lula, o que nunca será; e seu irmão Cid, nos idos da campanha, quando deu um piti e exigiu um pedido de desculpas dos petistas pelas “muitas besteiras” que fizeram em seus governos.

Ciro não chega a ser uma tartaruga porque nem na luta está, como Marina Silva – limitada politicamente, incapaz de fazer escolhas políticas acertadas, mas que pelo menos ensaia alguns golpes ninjas antes de cair em sono profundo. Ciro está mais para o Mestre Splinter, rato que se acha mentor das esquerdas quando nem de esquerda é. Ciro é o rato de estimação da elite. Jamais governaria sem elas. Nem se elegeria sem elas. No fundo, ele não queria o apoio de Lula, mas das elites que jurou demolir no seu Ceará natal, chamando os adversários de coroneizinhos quando nunca cortou o cordão umbilical com a Casa Grande. No fundo, Ciro ficou magoado com as elites que o acalentam como plano B ao PT, mas que, depois de pularem fora do picolé de chuchu Geraldo Alckmin, se derreteram por Paulo Guedes e seu radical projeto neoliberal, que pegou emprestado para presidente um capitão que, jura, conseguirá mandar nos generais e no almirante que colocou na Esplanada.

Em sua busca desesperada pela relevância – a pouca que tinha – jogada na latrina da história com suas decisões, ambições, egoísmo e grosseria -, Ciro falou com meu querido amigo Florestan Fernandes Júnior para o El País no amplo apartamento em que vive na praia de Iracema, em Fortaleza (CE), com vista para o mar. De deixar tríplex fantasma no chinelo. Barba por fazer, assim como sua absoluta falta do que fazer – posando de Comandante Taylor no Planeta dos Macacos, surpreso com tudo – , disse, sem ficar com a cara vermelha, que o “O PT já foi. Eu sou pós PT”. Ciro, minha gente, se intitula o pós-PT. Depois de ser colaboracionista com o fascismo instalado no país. Perguntado sobre as próximas eleições, no distante 2022, diz que o partido pode cogitar seu nome na disputa à presidência, mas admite que é necessário construir não uma terceira via, mas “a via”. Ciro é a via, minha gente. Só se for a Via Sacra, com Lula crucificado e ele lavando as mãos como Pilatos. Falta de noção perde, Ciro Gomes. Se aprume e volte pro limbo. Ser bom de entrevista na beira do gramado não significa ser bom de bola, Ciro.

 

5 comentários em “Ciro, o rato

  1. Belmiro Machado Filho 7 de janeiro de 2019 — 18:45

    Ciro já demonstrou inúmeras vezes a sua canalhice. Esse boquirroto raivoso, seria na melhor das hipóteses, algo semelhante a uma imitação mal ajambrada de Aécio Neves.

    Curtir

  2. Rapaz, há muito tempo achei que Ciro poderia ser uma alternativa. Mas traidor não pode ser alternativa a nada!! Podemos perguntar ao Ciro: quem teve 45 mi de votos no segundo turno? Quase 30 mi com ele no páreo. Fala sério, Ciro!!

    Curtir

  3. ELIAKIM CABRAL JUNIOR 7 de janeiro de 2019 — 22:52

    Ciro tem complexo de superioridade. Não vai se conformar enquanto não tiver a popularidade de Lula. É o tipo de liderança do “eu é que mando”. Coroné.

    Curtir

  4. Os seguidores mais fieis do Ciro na internet durante a campanha do 1º turno, hoje são ferrenhos defensores do bozonazi. Não são muitos, mais são tao raivosos quanto os bolsominions raiz. Sempre tive o Ciro com um politico mau-caráter, que se arvora em um grande líder, mas a sua base social está restrita aos eleitores de Sobral (CE). O sentimento de rejeição, violência verbal, e sentimento de perseguição, e a briga com a realidade, tem muito a haver com o incio do Mal de Alzheimer. É uma possibilidade.

    Curtir

    1. Gostei da expressão “bolsominions raiz”.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close