Golden shower na rede do presidente: ou Carluxo assumiu de novo o twitter do pai ou Bolsonaro surtou

Vamos por partes, como diria o esquartejador. Primeiro, a narrativa jornalística. O presidente da República Federativa do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, defensor da honra e dos bons costumes nacionais, “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”, na noite da terça-feira gorda, depois de muito carteado em família, exausto de não fazer nada, digita no youtube: “Carnaval”, “putaria”. Fuxica daqui, fuxica dali, vem uma cena que o fascina. Em cima da laje de um ponto de táxi, alheios aos foliões embaixo, três pessoas, duas delas interagindo lascivamente, de forma lindamente coreografada. Depois de uma performance um tanto exagerada, o que se poderia chamar de uma drag – na escala LGBTQIAP+ – vira de costas para os espectadores e introduz um dedo no ânus. Depois, aproxima-se de outro homem e inclina o corpo. O segundo homem abre o zíper da calça e urina na cabeça da primeira pessoa. Excitado com o conteúdo escatológico e homoerótico, e ciente de ter descoberta o elo perdido para a miséria humana no carnaval de rua, o que faz Carluxo – digo, Bolsonaro? Divulga em sua conta no Twitter as cenas de nudez para mostrar “o que tem virado muitos blocos de rua do Carnaval brasileiro”. Claro, com um aviso de que se sente “desconfortável” e que o conteúdo, mesmo público, não é para menores. Só que não. Só com a parte do desconforto, mas lembrando que “temos que expor a verdade para a população”. Esse parágrafo não é uma piada e, sim, o que você leu se caracteriza como falta de decoro.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Tanto que, horas mais tarde, talvez percebendo a lambança, Bolsonaro, em seu momento Poliana, postou candidamente no Twitter: “O que é golden shower”? Ô, dó. Sugiro que pergunte ao seu deputado Alexandre “Brasileirinhas” Frota. Ou, como escreveu o mestre em Direito Público José Luiz de Araújo Aymay, “o governo, de tão carola que se apresenta, parece adotar a maçã como fruto proibido e as laranjas como fruto permitido“. O chefe de Estado, ainda que usando o filho como piloto de Twitter, cometeu grave falta de decoro, sem falar na completa estupidez e desprezo à maior festa nacional – as festas ainda não foram proibidas pela República Nazi-Fascista de Bolsonaro – ao sintetizar o carnaval com aquele vídeo obsceno postado em seu Twitter. Mas o mais grave é ter postado o vídeo, e não, o que seria, digamos normal, apenas comentado sobre ele. Li muitas mensagens, que nada tem de pudicas, como do Blog do Pannunzio, que nada tem de esquerdista, respondendo a Bolsonaro, e afirmando que sua neta viu o vídeo. “Não dá para deixar o celular na mão de criança na era bollsonariana. Seguindo conselhos, vou redobrar a vigilância. Por via das dúvidas, estou bloqueando o Bolsonaro e o Olavo de Carvalho”, escreveu. Xuxa, pobrezinha, atreveu-se a escrever: “Que mérito tem um governo que publica golden shower nas redes com crianças podendo acessar o conteúdo?”. A resposta de Carluxo, digo, Bolsonaro: “O mesmo mérito que você quando teve relações sexuais com um menor de idade em 1982. “Amor, Estranho, amor”. A DVDteca dos Bolsonaro deve ser mesmo ma loucura.

A maioria das respostas a Bolsonaro não condena o vídeo ou seu conteúdo, mas o fato de Bolsonaro estranhamente tê-lo exposto no canal social do presidente. E posta fotos e vídeos de tradicionais carnavais familiares, o do Brasil real. “Meus pais e meus tios se divertindo no bloco Batiza, BH. É esse o Carnaval que vc quer manchar com a escrita imagem que twitou”, escreveu uma internauta, com um vídeo. Outra internauta sugere que o presidente poste vídeos de violência policial no Carnaval. E coloca um. “Presidente quer postar um verdadeiro problema do Brasil? É o despreparo dos policiais. Essas cenas foram gravadas em Mucuri Bahia. Até mulheres foram agredidas e sem motivo algum. Até quando vamos aceitar esse abuso de poder?”. Alguns internautas, mais animados, postaram uma foto de Bolsonaro tomando um animado banho com Carluxo, anos atrás, mas isso não vou postar.

bonecos-michelle-bolsonaro.jpg
Nem mesmo o esquema de segurança reforçado evitou que os bonecos gigantes representando o presidente da República, Jair Bolsonaro, e a primeira-dama, Michelle, fossem alvo de uma chuva de vaias e latas de cerveja, refrigerante e até pedras de gelo, nesta segunda-feira, 4/3, durante tradicional desfile pelas ladeiras de Olinda.

O tweet de Bolsonaro foi ao ar sem nenhum alerta de conteúdo impróprio escrito pelo presidente. A mensagem pede que os usuários “comentem e tirem suas conclusões”. O vídeo fica disponível para que usuários inscritos ou não no Twitter assistam – basta clicar em “Ver”. Como tudo na rede, não há certeza de quando e onde o vídeo foi feito. De acordo com alguns usuários da rede social, o episódio teria acontecido no “Blocu”, bloco de carnaval que circulou nesta terça, nas ruas do centro da capital paulista. O local seria a Rua Boa Vista, que fazia parte do percurso do bloco. Ou não. O senador Randolfe Rodrigues (Rede), líder da oposição no Senado, disse que a postagem é incompatível com o cargo de presidente. “Usar um vídeo fake pra desqualificar o carnaval é, além de incompatível com o decoro do cargo que ocupa, indicativo de desequilíbrio capaz de reprová-lo mesmo num teste psicotécnico de direção: quem dirá pra ser Presidente de República!”. Indefensável esse tuíte apelativo e de péssimo gosto do Bolsonaro. Vocês precisam superar essa fase de torcida de futebol e entender q o cara já se elegeu”, tuitou o deputado federal Fábio Ostermann (Novo).

O vídeo pornô postado por Bolsonaro, e seu comentário energúmeno, não fizeram vergonha só aqui dentro. Correspondentes internacionais baseados no Brasil estão perplexos. O escocês Andrew Downie, que faz cobertura esportiva da América Latina e escreveu o livro “Doutor Sócrates”, biografia do lendário jogador brasileiro, retuitou o tuíte de Bolsonaro. “O presidente do Brasil está tuitando um vídeo de uma golden shower ao ar livre para seus 3,4 milhões de seguidores no que ele diz ser uma denúncia do Carnaval”. #eunãoestouinventando”, escreveu Downie para seus seguidores. O repórter britânico Dom Phillips, baseado no Rio de Janeiro e que escreve para veículos como o The Guardian e o Financial Times, também comentou o vídeo. “Aviso: alguns seguidores podem ficar incomodados. O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, tuíta um vídeo sobre alguém fazendo xixi em outra pessoa no topo de uma parada de ônibus e diz: “Isso é o que muitos blocos de Carnaval se tornaram. Inacreditável”. Tom Philips, correspondente do The Guardian para a América Latina, sugeriu que alguém tirasse o celular do presidente. “Alô, alô Brasil: alguém tire o telefone dele, rápido”. Juliana Barbassa, editora internacional do New York Times, não sabia o que fazer. “O presidente do Brasil tuitou um vídeo de uma golden shower ao ar livre. O que um editor deve fazer a respeito? (estou perguntando para um amigo)”, postou.

Alguns usuários também falaram sobre um possível crime de responsabilidade cometido pelo presidente da República. De acordo com o artigo 9º da Lei nº 1.079, são crimes de responsabilidade contra a probidade na administração pública: “proceder de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo”. Da minha parte, acho que nosso Calígula está em surto. E precisa de tratamento urgente.

2 comentários em “Golden shower na rede do presidente: ou Carluxo assumiu de novo o twitter do pai ou Bolsonaro surtou

  1. André-Kees Schouten 6 de março de 2019 — 22:37

    Aí, Gilberto: entre o Carluxo ter reassumido de novo o twitter do pai ou Bolsonaro ter surtado de vez, pensei numa terceira opção. Bolsonaro – digo, Carluxo – depois de enfastiado com o carteado familiar, foi mexer nas gavetas do Dudão, encontrou aquelas porcarias que o pai disse que poderiam levá-lo à Papuda, tomou, ficou doidão e mandou ver no twitter.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close