Fernandinho Barrichello descobre, depois de se omitir na campanha, e quatro meses depois da posse, que Bolsonaro é um asno político

Sabe aquela piada do Barrichello chegar sempre depois do acontecido para comentar – vibrar, sofrer, protestar – algum outro fato vencido no tempo, cuja opinião já não interessa mais a ninguém. Ok, é uma crueldade com o pobre Rubinho, que não tem culpa de não ter ter nascido Ayrton Senna, e de que a Globo, com o pacote de Fórmula 1 comprado por anos a fio, precisasse urgentemente de um campeão que seguisse a linhagem de Fittipaldi, Piquet e Senna. Mas o meme pegou e, quando o meme pega… Um velho sabujo da política, cuja rapidez de tirocínio nunca foi seu forte, nem mesmo quando ocupou por oito longos anos a Presidência, parece estar, a todo custo, querendo o meme pra ele – pelo menos no campo político. Fernando Henrique Cardoso parece estar sempre alguns passos atrás dos fatos. Se fosse um meme mais, digamos, gráfico, teria FHC chegando esbaforido numa coletiva de imprensa e anunciando a todos: “Bolsonaro foi eleito presidente!”

Pois é assim que se comporta o sociólogo-jujuba, incapaz de uma crítica feroz a Bolsonaro durante toda a campanha eleitoral e, mesmo quando a vaca estava indo pro brejo, com Fernando Haddad fazendo água, o ex-presidente tucano em nenhum momento se posicionou claramente ou teve a dignidade de, em nome de uma causa maior, um negócio chamado Brasil, declarar seu voto, em segundo turno, no candidato da Frente Brasil Popaular e recomendar que o país fosse às urnas depositar o voto no PT. Seria demais para o ego de FHC, como foi demais para Ciro Gomes, que agora, também tardiamente, ataca enlouquecidamente Bolsonaro, acima do tom até para os padrões do pedetista, mas na hora da onça beber água, exilou-se em paris e mandou o irmão Cid queimar as pontes que restavam fazendo aquele patético “discurso de apoio” em que exigiu o mea culpa do PT. Numa hora daquelas, seria como prometer beijo na boca desde que o outro topasse lavar a língua antes. Ciro e FHC fizeram a mesma coisa, cada um ao seu estilo: lavaram as mãos. Deixaram Bolsonaro se eleger.

Mas o que tem dito FHC? Num esforço de reportagem, levantei que o ex-presidente, incomodado com a demora na reforma da Previdência, e desconfortável com o imbróglio dos caminhoneiros x diesel, declarou à CBN que Bolsonaro “não nasceu para ser presidente”. “Nosso regime é presidencialista, na hora decisiva a palavra do presidente conta muito e o presidente tem se mantido em silêncio”, pontuou. Que constatação espantosa, Fernando Henrique, que, pasmem, também atribuiu a Bolsonaro “ideias muito atrasadas”. “Todo o mundo sabe que eu não votei no Bolsonaro, me opus ao Bolsonaro, acho que as ideias dele são muito atrasadas”, afirmou. Como é que é? Fernando Henrique, do partido que apoiou o impeachment de Dilma Rousseff e apoiou em primeira hora, inclusive com ministérios, o governo golpista de Michel Temer, diz que se opôs a Bolsonaro? Onde? Quando? Em que canal de TV, rádio, blog ou tuitada ele fez isso? Me mostrem uma posição clara de FHC contra Bolsonaro e, especialmente, que é o que realmente conta, um aceno claro a Haddad quando ele dava sinais de que não seria capaz de derrotar o antipetismo nas urnas – antipetismo alimentado pelos tucanos de todas as plumagens.

Não sei vocês, mas eu tenho uma tese sobre as críticas extemporâneas do FHC aos seus sucessores. No caso de Bolsonaro, é empáfia mesmo. Ele de fato não o vê talhado para o cargo e, posando de sociólogo como o Olavo de Carvalho posa de filósofo, quer provar para o mundo que faria muito melhor. No caso de Lula, o problema de FHC é outro e bem menos complexo de entender. É inveja, pura e simples.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close