Guru de Bolsonaro sugere a Moro: feche e o PT e os partidos de esquerda. Eu sugiro: interditem Olavo de Carvalho

Olavo de Carvalho vestia uma camisa rosa, o que deve ter confundido Tia Damares e os discípulos de “os meninos vestem azul e as meninas vestem rosa”. Mas seu último vídeo, divulgado na noite quarta-feira, 3, não tratava de ideologia de gênero. Também não serviu para atacar os militares do governo, um de seus esportes favoritos ao lado de tiro em pombos e jogo da ferradura. Intitulado “Mensagem urgente ao ministro Moro” (ria aqui), o astrólogo e guru de Jair Bolsonaro e filhos exercitou por menos de três minutos sua verve de orador bilolado simplesmente para sugerir que o ministro da Justiça, encrencado com a descoberta de que foi o capataz da Lava Jato, em conluio com o Ministério Público, com o objetivo maior de enjaular o ex-presidente Lula, casse o registro de partidos de esquerda.

Já que não se pode ter a verdade ao seu lado, parecia dizer Olavo em seu conselho-público, melhor calar quem está ao lado dela. Não é a primeira vez que algum maníaco de direita fala em lacrar o PT e vizinhos político-ideológicos, mas Olavo, com a boca entortada por seu cachimbo, merece o prêmio baboseira do ano pelas razões que alega para interditar a esquerda nacional.

“Eu vou lhe dar duas sugestões do que fazer para se livrar dessa gente de uma vez por todas”, começa Olavo, no vídeo, dirigindo-se a Moro. “Primeiro, os partidos que pertencem ao Foro de São Paulo não têm nenhum direito de estar no parlamento. Esses partidos legalmente não existem porque ferem o preceito da nossa lei eleitoral segundo qual os partidos brasileiros não podem estar filiados a organizações estrangeiras”, sustenta Olavo, dublê de juiz eleitoral, abrindo seu bidê para defender, na prática, a instituição de um país só com partidos de direita.

“Esses partidos (de esquerda) têm que ser fechados e seus membros e diretores tem que ter seus direitos políticos cassados”, recomenda ele ao ministro da Justiça. O segundo conselho de Olavo é que Moro monte uma força-tarefa para investigar o Foro de São Paulo e de onde vem o dinheiro que sustenta seus encontros. “É uma operação gigantesca. É só fazer isso [investigar] que o pessoal cala a boca, fica quietinho e não enche mais o saco”, disparou.

O Foro de São Paulo, entidade que reúne partidos de esquerda na América Latina, é uma das maiores paranoias não só de Olavo de Carvalho, como dos apoiadores mais radicais do presidente, incluindo aí seus próprios filhos, em particular Carlos Bolsonaro. Eles alimentam uma teoria conspiratória segundo a qual até os militares mais próximos de Bolsonaro tem uma ligação com o Foro de São Paulo. Para esses dodóis da cabeça, existe uma conspiração marxista mundial que precisa ser contida a qualquer preço.

Não se sabe se Moro levará a sério os conselhos do gagá Olavo de Carvalho, mas, na dúvida, melhor empacotar seus livros comunistas e fugir para as montanhas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close